terça-feira, 29 de janeiro de 2013

3 (meses)

Eu estava tão nervosa naquele dia. Fiquei um bom tempo me convencendo que eu não tinha nada a perder. Mas a verdade é que eu já tinha me acostumado a ter você por perto novamente. Por uma sorte incrível do destino, tudo deu certo. E mesmo com os pesadelos que aumentavam a minha insegurança e a minha incapacidade de fazer planos (que talvez você nem sabia antes de ler esse texto), você continuava ali.

Nunca apaguei todas as mensagens, só para acordar e ter a certeza de que tudo era real. E em uma dessas manhãs eu percebi que não podia imaginar o meu dia sem o seu sorriso, suas palavras. Então por que não imaginar um futuro, te incluir nos meus planos e pensar em você a cada instante do dia?

E então a gente descobre um outro mundo no nosso próprio. Em que podemos falar sobre tudo sem ter medo, passar a madrugada conversando por mensagens, odiar a hora de ir embora e sentir aquelas borboletas no estomago, igual o primeiro dia.

Então, eu te agradeço por cada mudança boa que você trouxe, pelas palavras certas que me trazem tanta segurança, por me surpreender a cada dia mais, com esses olhos que me fazem derreter completamente. Ah, e por ser o meu melhor amigo! Mais do que tudo isso, aprendi a não duvidar ou esquecer, nem por um segundo do dia, do quanto eu te amo. Feliz três meses de namoro.

Um comentário:

  1. Adorei seu blog!
    Poderia me seguir? Seguirei de volta. http://www.fieisastendencias.com/

    ResponderExcluir