domingo, 21 de setembro de 2014

Era isso então!

Já era a terceira vez que acordava naquela noite. Algo não devia estar certo...
Olhou para a janela, bem fechada, com a cortina de pequenas flores azuis e começou a contá-las. Dezoito, dezenove, vinte. Estavam todas ali. Esse era um hábito que ela adquiriu quando começava a pensar em coisas ruins. Não sabia exatamente se era uma crise do pânico, mas pensar muito a deixava tonta e enjoada, como se precisasse chorar bem alto por tudo que acontecia e gritar todas as coisas que a incomodavam.
Mas dessa vez era diferente. O dia havia sido ótimo. Comprara o vestido mais perfeito do mundo - um que tinha visto quando ainda estava no ensino médio e que a fazia sentir como se fosse uma fada. Foi para a reunião com as amigas, que logo reconheceram o vestido, de tantas descrições que ela tinha feito. Conversaram sem se preocupar com horários, celulares e calorias.
E então, assim que saiu do apartamento, pronta para pegar o táxi, deu de cara com ele apoiado no carro, com aquele sorriso despreocupado que ela tanto amava. Olhou para as amigas que estavam debruçadas na sacada do primeiro andar e deu uma piscadinha para então caminhar até ele, que a pegou pela mão e a girou, fazendo com que o vestido se movesse perfeitamente. Logo depois, os braços quentes dele envolveram sua cintura, e eles se beijaram como se não tivessem se visto por um longo período de tempo.
- Iremos jantar no seu restaurante preferido.
Não fazia ideia de ter mencionado isso alguma vez. Ela nunca conseguia se decidir, ainda mais quando o assunto era comida. Mas ele acertou em cheio. O local era pequeno, servia todo tipo de massas e era de frente para o mar. Sentia que a sua estação preferida estava cada vez mais perto, com aquela brisa trazendo o cheiro salgado que tanto gostava. Naquele momento não existia nenhuma preocupação, nenhum texto pendente, nenhuma briga que seria capaz de acabar com seu sorriso.
Ela parou de fitar a cortina e olhou para o seu lado. Ele estava deitado ao seu lado, com os olhos semicerrados.
- Esta tudo bem?
Ela sorriu e deu um beijo na testa dele, que sorriu em resposta antes de se afundar novamente nos travesseiros e puxar ela para o seu peito, brincando com as longas mexas de cabelo para que ela adormecesse.
Realmente, nada estava certo. Ela se sentia extremamente feliz. Como não se sentia há muito tempo.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Sobre criar juízo

"O dente do ciso ta nascendo? Ah, é o juízo chegando!" 
Vocês não tem ideia de como ouvi essa frase esses dias. Tudo isso porque o meu dente resolveu que não tava feliz. Cansei dessa aí, não quero crescer, quero ser arrancado. 
Sinceramente, não desejo a dor que to sentindo para ninguém. E foi essa dor que não me deixou escrever esses dias. Não consigo me concentrar em nada. Posso provar isso porque li apenas um livro na semana passada e faltei a primeira vez no trabalho.
Além disso, eu não conseguia comer nada. Adivinha se eu não fiquei irritadíssima? Mas vim aqui avisar que to melhor, irei arrancar o dente no sábado (os dentes, na verdade. Lado direito, e daqui a um mês, lado esquerdo.) e comi um Big Mac assistindo Pretty Little Liars hoje, para ficar bem feliz :)

Os posts vão voltar ao normal \o/

domingo, 7 de setembro de 2014

Livros da Semana!

Pois bem, esses foram os livros dessa semana ♥ 
Ok, As Regras do Amor eu comecei a ler antes de A Seleção, mas confesso que achei tão fraquinho que fui deixando de lado. São quatro amigas: uma que nunca namorou, e três que acabaram de terminar os namoros. Então, a que não namora cria o Código do Término, para ajudar as outras a superarem. Não me entendam mal, mas o livro é tão "adolescente" que eu não consegui ficar louca com as personagens. E confesso que não decorei o nome das personagens. Toda hora tinha que voltar na orelha do livro pra saber quem era quem. 
Fazendo Meu Filme - Antes do Filme Começar é puro amor! Eu tava bem ansiosa por esse, os personagens ficaram ótimos, bem fiéis a descrição mesmo. E no final, ainda tem dois capítulos que originaram a HQ.
Eu queria ler Então, conheci minha irmã há um bom tempo. Sabia que a história tinha suas partes tristes, mas fiquei fascinada! No aniversário de 17 anos, Summer recebe de sua tia Nicole (hehe amo livros que tem o meu nome ♥) o diário de sua irmã, Shannon, que morreu com a idade que a irmã tem hoje. O diário foi escrito no verão antes do acidente que causou a sua morte, e através das páginas, Summer conhece sua irmã mais a fundo, sem ser apenas a garota loira e perfeita dos quadros no corredor. 
A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista fechou a semana com chave de ouro! Não conseguia largar Hadley e Oliver. Fiquei imaginando o sotaque inglês dele e aiai ♥ Desculpa, mas é o máximo que eu vou falar desse livro, porque senão conto a história inteira haha Leiam!

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Fashion sets da semana

Ó, não é segredo nenhum que eu passo um bom tempo no WeHeartIt e, com isso, vou acumulando várias coisas que poderiam ser mostradas aqui, mas acabam ficando esquecidas em uma pastinha. Maaaas, para acabar com pelo menos uma parte disso, decidi fazer um post toda semana, com os meus quatro fashion sets preferidos. Por que quatro? Porque eu sou do contra.
O que vocês acharam da ideia?