sábado, 8 de novembro de 2014

Antes tarde do que nunca...

O texto em itálico era para ter sido postado em fevereiro. Isso mesmo. Acho que não postei porque não tinha título, ou porque deixei para postar depois e esqueci. Ou porque achei que não tava bom o suficiente. Eu até poderia escrever mais, e guardar para o ano que vem, mas quem garante que não vou esquecer de novo? Eu não garanto nada! Haha

Tem dias que a gente acorda querendo contar a mesma história pela milésima vez. Só porque nós achamos bonitinha, legal, ou porque aconteceu com a gente, e relembrar isso tem um gostinho totalmente especial. Eu realmente não sei como tem gente que consegue me ouvir falando a mesma coisa diversas vezes. Certeza que é amor, ou a pessoa se desliga completamente. Nos dois casos, você se encaixa nisso. Mas prometo que hoje eu vou te poupar de reler algo que você já sabe de cor e salteado. Esse eu ainda não repeti infinitamente, ou pelo menos, não lembro de ter dito com essas palavras. Você é uma caixinha de surpresas. E eu sempre adorei surpresas. Você tem me surpreendido cada vez mais com a paciência que você tem. E acho que você entendeu muito bem o que eu to falando haha To adorando esses dias que eu saio atrasada de casa e ainda ganho companhia no metrô ♥ E toda vez me bate a imagem daquele menino com camiseta do uniforme e calça jeans. E eu demoro a acreditar que é o mesmo que está de social.
Hoje eu só quero deixar claro do quanto me orgulho de você.

PS: To nem aí que hoje não é dia dos namorados no Brasil. Até porque, nunca considerei o Valentine's Day como isso. Para mim, é um dia para lembrar que o amor pode romper qualquer barreira. Ou só para falar eu te amo. Sem restrições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário