quinta-feira, 12 de março de 2015

Dialogando: Malu e Gustavo - Parte 1

- Eu sei que tá tarde, que eu deveria estar dormindo - na verdade eu estava - e você não tem nada a ver com o que eu vou te contar, mas eu preciso falar isso pra alguém. Você é a unica pessoa para quem eu quero contar isso. Apesar que a Gi vai me matar quando souber que eu liguei justo para você... Mas enfim, sonhei com você mais uma vez. Com a gente, na verdade. Tá, você tem a ver com que eu contei sim. E me dá um aperto no peito saber que tudo poderia ser tão diferente.
- Moça, desculpa, mas você ligou para o número errado.
- Na verdade eu liguei para o certo. Sei bem disso porque você já repetiu essa frase outras vezes. Com essa mesma voz disfarçada. Sabia que não devia ter ligado de novo...
- Não, espera!
- Esperar o que Gustavo? Foi só um sonho que eu tive, esquece.
- Malu, to falando sério.  Eu não sei o que tá acontecendo também.
- Como não?
- Ah, não faço ideia. Parece que eu não consigo resolver nada.
- Mas você que tá resolvendo tudo ultimamente. Age do jeito que quer, me bloqueia, desliga na minha cara. Eu já cansei de tentar mudar isso. Te liguei no impulso do sonho, porque você parecia tão feliz nele. Mas fica tranquilo que isso não vai se repetir. Vou fingir que essa foi a parte em que virou pesadelo, que assim eu esqueço rapidinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário